A frustração de uma tentante!



A quem diga que engravidar é fácil, que a ansiedade que atrapalha e por ai vai.
Gostaria de saber na onde é fácil, na onde é simples e como desencanar deixar de ter ansiedade, alguém pode me ajudar, por que sozinha não esta dando.
Nesses três anos de tentativas frustadas, escutei diversas coisas, varias dicas e muitas coisas que fingi que não ouvi, gente é cada absurdo.
Fico perereca da vida, meu ultimo ciclo foi frustrante demais, me decepcionei bonito, não com Deus, mais sim com a minha capacidade de ter sintomas e não ficar gravida.
Vamos lá, 1º sintoma: Tontura no 6 dia pós período fértil ( algumas  mulheres tem uma certa sensibilidade e já sentem os primeiros sintomas da nidação)
2º cólicas e dores no pé da barriga 10º dia pós período fértil
3º dores de cabeça, seios doloridos e prisão de ventre.
4º Sono, fadiga e muitas dores.
É ou não é muitaaaaa coisa pra cabeça de uma tentante???
Sinceramente já não sei mais o que fazer e como fazer, um baque atras do outro, o tempo vai passando, as pessoas a minha volta engravidando e eu aqui com a mesma cara de taxo, aguentando as mesmas perguntas chatas de pessoas inconvenientes, fora as brincadeirinhas idiotas.
Desculpem o desabafo.

Junho....



Eu não escrevo a tanto tempo, que nem sei por onde começar...
Por muitas vezes voltei a este blog com o proposito de não abandona-lo mais, e todas as vezes me frustrei e acabei sumindo.
Nossa Amanda mais por que? O por que só Deus sabe, por eu não consigo entender.
Minha vida tem sido uma constante montanha russa, cheia de altos e baixos, dias complicados e dias mais ou menos bons.
Eu queria tanto dias de paz, mais isso tem sido quase que impossível. Sinto que preciso de ajuda, mais qual ajuda!
O mês de junho é sempre o mais difícil, é marcado por algo nunca aconteceu e nunca vira acontecer, o nascimento do meu filho!!! Filho este, com o que sonhei, lutei bravamente pra conseguir  gerar e foi arrancado de meu ventre de uma forma estranha e rápida.
Imagino como seria minha vida se ele (a) estivesse aqui, a dor me invade, me corroí e destrói o meu emocional, fico agressiva com as pessoas que amo, grossa ao extremo e meu pavio fica tão curto, que eu me irrito comigo mesma.
Pedir forças é o que mais tenho feito, mais parece que quado mais eu peço mais eu me afundo, já não sei mais pra onde correr....